segunda-feira, 21 de agosto de 2017

EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO

De acordo com Laplanche e Pontalis (2001), na dinâmica psíquica, em psicanálise, o superego tem como função

(a)    adaptar-se a novos contextos, flexibilizando as atitudes do ego.
(b)   garantir que as necessidades básicas de sobrevivência do sujeito sejam atendidas.
(c)    julgar e censurar o ego com base na consciência moral e na formação de ideais.
(d)   permitir o livre escoamento da libido.
(e)   contrabalancear as exigências morais feitas pelo id.
(Ano: 2015| Órgão: HCFMUSP)

Segundo a teoria estrutural da mente proposta por Freud, o último componente do aparato psíquico a se desenvolver é o: 

(a) ego
(b) consciente
(c) superego
(d) inconsciente
(e) id
(Ano: 2015  | Órgão: TJ-PI)
  
Na perspectiva de Freud, a personalidade humana – incluindo suas emoções e seus esforços – origina-se de um conflito entre moção (impulse) e restrição – entre nossos impulsos biológicos agressivos em busca do prazer e nossos controles sociais internalizados sobre esses impulsos. Freud sustentava que a personalidade era o resultado de nossos esforços no sentido de resolver esse conflito básico – para expressar essas moções (impulses) de modo a produzir satisfação sem trazer também culpa e punição. Freud teorizou que os conflitos estão centrados em três sistemas que interagem: id, ego e superego. A partir de então, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
( ) Id contém um reservatório de energia psíquica inconsciente que, de acordo com Freud, luta para satisfazer impulsos sexuais e agressivos básicos. O id opera com base no princípio do prazer, exigindo gratificação imediata.
( ) Ego é a parte “executiva” e consciente da personalidade que, de acordo com Freud, serve de mediadora entre as exigências do id, do superego e da realidade. O ego opera com base no princípio da realidade, satisfazendo os desejos do id de maneira a obter o prazer de maneira realista, em vez de dor.
( ) Superego é a parte da personalidade que, de acordo com Freud, representa ideais internalizados e fornece padrões para julgamento (a consciência) e futuras aspirações.
( ) Como as demandas do superego quase sempre são opostas às do id, o ego luta para reconciliar os dois. É o “executivo” da personalidade, mediando as demandas impulsivas do id, as demandas restritivas do superego e as demandas da vida real do mundo exterior.
A sequência está correta em 

(a)    V, V, V,V
(b)   V, F, V, F
(c)    F, V, F, V
(d)   V, V, V, F
(e)   V, F, F, V

(Ano: 2017 |  Órgão: TRF - 2ª REGIÃO)


Segundo Freud, o id é a parte fundamental da personalidade, fonte de:

(A) todas as energias instintivas e que assim fornece o dinamismo de base à personalidade.
(B) matizes afetivos e pejorativos que representa um mecanismo patológico.
(C) energias subconscientes que atuam diretamente no estabelecimento do material do superego.
(D) forças semiconscientes que atuam no desenvolvimento da personalidade.

(E) energias que detém a ideia inaceitável no plano social.

(Ano: 2007 | TJ/PE)

Para Sigmund Freud, a personalidade forma-se ao redor de três estruturas: o id, o ego e o superego. O id

(A) funciona às vezes pelo princípio do prazer e às vezes pelo princípio de realidade, sendo préconsciente.
(B) controla as atividades de pensamento e raciocínio, sendo parte consciente e parte inconsciente.
(C) age consciente, pré-consciente e inconscientemente e é responsável pela consciência dos padrões morais.
(D) funciona pelo princípio de realidade e o seu conteúdo pode ser facilmente recuperado.
(E) é completamente inconsciente e consiste de desejos e impulsos que buscam expressar-se permanente

(TRF | 2007)

Assinale a alternativa abaixo que não é pertinente ao conceito SELF:

(A) Desenvolve-se como resultado das interações com objetos significativos no meio ambiente.
(B) uma representação intrapsíquica do indivíduo.
(C) Trata-se de uma estrutura intrapsíquica.
(D) É o que define a pessoa na sua individualidade e subjetividade.
(E) Trata-se de uma imagem psíquica que contém os elementos que compõe a personalidade.

Assinale V (verdadeiro) ou F (falso):

(        ) conforme o psiquismo infantil se desenvolve, ele não internaliza apenas um objeto, mas uma relação.
(      ) insuficiências maternas no tocante às necessidades afetivas primárias provocam uma "falha básica" na formação da personalidade.
(       ) Em um desenvolvimento normal o Self Grandioso se transforma em ambição saudável.
(        ) Necessidades narcísicas nos acompanham pela vida inteira.
(       ) Mecanismos de defesa são processos psíquicos conscientes com a finalidade de proteger a integridade do Ego.

Nenhum comentário: